Os ‘outsiders’ Famalicão e Académico de Viseu, que nunca disputaram a final da Taça de Portugal de futebol, vão tentar fazer história e procurar contrariar o poderio dos favoritos Benfica e FC Porto, nas meias-finais da prova ‘rainha’.

Na terça-feira, os famalicenses, que têm sido uma das ‘sensações’ da presente edição da I Liga e vêm de um moralizador empate (2-2) em casa do Rio Ave, na sexta-feira, deslocam-se ao Estádio da Luz para defrontar os ‘encarnados’, a partir das 19:15, na primeira mão das ‘meias'.

Sem qualquer final da Taça de Portugal no currículo, o Famalicão, que nos quartos de final bateu o Paços de Ferreira (1-0), está pela segunda vez nesta fase da competição, 75 anos depois de ter sido eliminado pelo Sporting, na temporada 1945/46.

Pela frente, o conjunto de Vila Nova de Famalicão terá o recordista de troféus Benfica (26), que na eliminatória anterior passou por dificuldades para ultrapassar o Rio Ave (3-2) e assegurou uma vaga entre os semifinalistas, conjunto que na sexta-feira repetiu o resultado, desta feita na receção ao Belenenses para a Liga.

As ‘águias’, que estiveram pela última vez no Jamor em 2016/17, vão tentar tirar partido do ‘fator casa’ para se adiantarem na eliminatória, no arranque de um mês de fevereiro ‘frenético’, que ainda inclui eliminatória da Liga Europa, com o Shakhtar Donetsk, e clássico com o FC Porto, para a I Liga.

O Académico de Viseu, único representante da II Liga ainda em prova, está pela primeira vez nas meias-finais da Taça de Portugal, depois de ter superado o também surpreendente Canelas 2010 (1-0), do Campeonato de Portugal, na ronda transata.

Os viseenses, sextos colocados da II Liga e que vêm de uma derrota por 2-0 em Coimbra frente à Académica, na quinta-feira, enfrentam, na terça-feira, às 20:45, a concorrência de outro dos favoritos, o FC Porto, que nos ‘quartos’ ultrapassou outra formação do segundo escalão, o Varzim (2-1).

Vencedores da competição em 16 ocasiões e finalistas da edição anterior, os portistas, que no sábado golearam em casa do Vitória de Setúbal por 4-0, não erguem o troféu há quase uma década, desde 2010/11, na altura sob o comando de André Villas-Boas, sendo que neste período perderam as finais de 2015/16, com o Sporting de Braga, e 2018/19, com o Sporting.

Os jogos da segunda mão das meias-finais estão agendados para 11 e 12 de fevereiro.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.