O treinador do Rio Ave abordou hoje com cautelas o jogo de domingo, frente ao Sousense, da terceira eliminatória da Taça de Portugal de futebol, alertando que nestes desafios «tudo pode acontecer».

Carlos Brito assumiu o favoritismo do encontro, frente à formação que milita na III divisão, mas considerou que «é preciso ter respeito pelo adversário».

«Nestes jogos tudo pode acontecer. Se passarmos esta eliminatória não seremos notícia, mas se acontecer o contrário merecerá grande destaque. Temos o dever e a obrigação de darmos tudo o que temos», disse o técnico.

Brito transmitiu, ainda, a postura que pretende dos seus pupilos:

«Temos de disputar cada lance como se fosse o último. Temos responsabilidades acrescidas e precisamos de estar no máximo das nossas capacidades para contrariarmos a vontade do Sousense, que certamente quer causar surpresa.»

A equipa vila-condense ocupa a última posição da tabela classificativa do campeonato, mas para Carlos Brito isso não poderá condicionar a atitude dos seus pupilos.

«A motivação poderá não estar no pico, mas temos de ser rigorosos e respeitar o Sousense. Se isso acontecer, estaremos mais perto de ganhar», vincou o treinador.

O treinador apresentou hoje a convocatória para partida de domingo, em Vila do Conde, com o Sousense, agendada para as 16h00, onde a maior novidade é o regresso de Mendes, que nos últimos seis meses esteve a recuperar de uma grave lesão.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.