O FC Porto goleou, sem surpresa, o modesto Pêro Pinheiro em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal. A resistência sintrense durou apenas meia hora, num jogo que terminou com uma goleada por 8-0.

Com Iturbe e Alex Sandro no onze inicial, o FC Porto deu o pontapé de saída em Pêro Pinheiro sem os habituais titulares. Vítor Pereira aproveitou o jogo da Taça de Portugal para dar oportunidade a vários jogadores do plantel portista e venceu a aposta.

O Pêro Pinheiro entrou em campo mentalizado das dificuldades que iria encontrar frente aos dragões e nos minutos iniciais deu boa replica, dada a diferença qualitativa entre os dois emblemas.

Iturbe tentou mostrar serviço a Vítor Pereira, apresentando-se aos adeptos como um jogador de elevada qualidade técnica e com facilidade para criar desequilíbrios.

Aos 13’ minutos, o FC Porto criou a primeira situação de perigo mas Alex Sandro, isolado frente a Marco Pinto, a permitir a defesa do guarda-redes sintrense.

O relvado sintético criou algumas dificuldades aos jogadores do FC Porto, tornando difícil o domínio de bola.

A resistência da equipa da III Divisão durou apenas 29 minutos, quando Defour, numa combinação com Walter, surgiu isolado perante Marco Pinto e facilmente abriu o marcador para o FC Porto. O golo do médio belga deitou abaixo a equipa do Pêro Pinheiro e a goleada foi surgindo naturalmente.

Antes do intervalo, Walter justificou a aposta de Vítor Pereira e fez um hat-trick aos 32’, 35’ e 45’. Djalma, aos 41’ minutos, já havia colocado o FC Porto a vencer por 4-0.

Com 5-0 ao intervalo, o FC Porto seguiu para o segundo tempo seguro que a qualificação estava assegurada.

Na segunda parte, Vítor Pereira lançou Varela para o lugar de Iturbe e logo aos 56’ minutos o FC Porto ampliou para o 6-0. Djalma aproveitou um erro defensivo para bisar no encontro.

Menos de quatro minutos depois do golo de Djalma, Varela ampliou para 7-0 numa grande arrancada a cortar a defensiva sintrense.

Em cima do apito final, Walter fixou o resultado final em 8-0, marcando o seu primeiro poker ao serviço do FC Porto. O FC Porto segue para a fase seguinte sem grandes problemas. Walter “Bigorna” guardou a bola do encontro e mostrou serviço a Vítor Pereira.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.