O ex-futebolista internacional espanhol Xavi Hernández, atual treinador do Al Sadd do Qatar, doou um milhão de euros ao Hospital Clinic de Barcelona, informou hoje a unidade de saúde que combate a pandemia da COVID-19.

Xavi e a mulher, Núria Cunillera, juntaram-se a uma campanha lançada pelo hospital no sentido de obter fundos para enfrentar a atual crise sanitária, à qual o argentino Lionel Messi, do FC Barcelona, também já tinha respondido, também com uma doação de um milhão de euros.

“Núria e eu estamos a apoiar a luta contra o novo coronavírus do Hospital Clinic de Barcelona. Obrigado pelos donativos feitos ao hospital, para adquirir equipamentos para os profissionais de saúde e doentes. Junta-te à #respostacoronavírus, entra na página do hospital e faz o teu donativo”, apelou o antigo médio do ‘Barça’.

O antigo jogador, campeão mundial em 2010 e bicampeão europeu em 2008 e 2013, orienta o Al Sadd, do Qatar, e nos últimos tempos tem sido associado como possível solução para treinar o FC Barcelona, algo que também assumiu ser um desejo para o futuro.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da COVID-19, já infetou mais de um milhão de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 57 mil. Dos casos de infeção, mais de 205 mil são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.