As medidas de prevenção e combate à violência no desporto “irão traduzir-se em maior responsabilidade de todos os agentes”, afiançou hoje o secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Correia.

“O combate é de todos, mas, principalmente, dos agentes desportivos. Todos irão ser chamados a uma maior responsabilidade. Este combate à violência no desporto é uma luta contínua. Há fenómenos que surgem, outros que ganham outra força e temos de responder. Esta é a altura que o Governo tem para apresentar medidas, mas queremos concertá-las e que sejam amplamente representativas”, referiu o governante.

João Paulo Correia falava à comunicação social à entrada para o debate "Violência no Desporto: Prevenir e sensibilizar para um desporto melhor", que decorreu no Centro Paroquial de Mafamude e foi promovido pela Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia.

“O combate à violência no desporto é uma prioridade do Governo. É público que estão a ser preparadas medidas de prevenção e combate. Este debate é uma organização da Câmara Municipal de Gaia, à qual o Governo se associa, pois o combate à violência no desporto é de todos e inclui Estado central, municípios e agentes desportivos. O que se procura fazer com este painel é demonstrar que essa é uma frente de combate”, frisou.

Sem avançar uma data para o anúncio das medidas, João Paulo Correia notou que “há a consciência” de que estas têm de surgir “a curto prazo”, embora admitindo que “a pressa não pode ser inimiga do processo” e que será necessário um “amplo debate com os agentes desportivos”.

“As medidas serão anunciadas no tempo que for possível, após uma auscultação que temos de fazer aos representantes e instituições que representam os diversos agentes desportivos. Neste momento, estamos a fazer um debate interno, com conversações sobre as medidas de prevenção e combate à violência no desporto. Necessariamente, estas incidirão numa maior responsabilização de clubes, adeptos e agentes”, terminou.

Para além do secretário de Estado da Juventude e do Desporto, o debate contou ainda com as participações de Cláudia Pinheiro, do Observatório Nacional da Violência Contra Atletas, José Neto, embaixador da Ética no Desporto, e Sara Moreira, atleta do Sporting.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.