O ato de acender a tocha olímpica, marcado para quinta-feira nas ruínas do antigo Olimpo em Atenas, a caminho dos Jogos Olímpicos Tóquio2020, em julho e agosto, vai decorrer à porta fechada devido ao surto de Covid-19.

O Comité Olímpico da Grécia decidiu encerrar ao público o ato, confirmou em comunicado, e os jornalistas não poderão acompanhar os ensaios da cerimónia, podendo apenas credenciar um jornalista por órgão de comunicação social para o momento oficial.

Os ‘media’ japoneses puderam apenas acreditar 40 jornalistas, em vez dos 170 previstos, numa série de medidas tomadas em linha com a decisão do governo grego de celebrar à porta fechada todos os eventos desportivos nas próximas duas semanas.

A epidemia de Covid-19 foi detetada em dezembro, na China, e já provocou mais de 3.800 mortos.

Cerca de 110 mil pessoas foram infetadas em mais de uma centena de países, e mais de 62 mil recuperaram.

Portugal regista 30 casos confirmados de infeção, segundo o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde (DGS), divulgado no domingo.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.