A seleção de andebol de Portugal de sub-16 cimentou esta terça-feira a sua liderança na X edição dos Jogos da CPLP, que se realiza na ilha do Sal, ao vencer a sua congénere de Angola por 38-24, pavilhão dos Espargos.

A equipa lusitana torna-se na única formação em jogo a fazer o pleno, três jogos, três vitórias, pois que nas duas primeiras partidas lograram vitórias sobre Moçambique por 33-12 e Brasil, 32-12, respetivamente.

Já no embate mais renhido desta manhã, a equipa nacional do Brasil venceu, de forma tangencial, a seleção do Moçambique por 19-18, numa partida na qual a incerteza quanto ao vencedor permaneceu até ao último apito.

O técnico brasileiro, Juliano Ramos, disse ter gostado da entrega dos atletas de ambas as equipas com resultados alternados, mas acusa a equipa de arbitragem de ter sido o elo fraco ao "atrapalhar o jogo".

Opinião partilhada pelo selecionador moçambicano, Walter Evaristo, para quem o seu coletivo rendeu muito cara esta derrota, a seu ver, marcada pela "atitude dos árbitros que estragaram completamente o espetáculo".

Ainda assim, disse que a sua equipa soube implementar todo o sistema técnico/tático estudado e que Moçambique tem uma expressão muito grande no andebol.

Refira-se que no primeiro jogo desta manhã, a seleção anfitriã, Cabo Verde, conhecera a sua primeira vitória ao levar de vencida São Tomé e Príncipe por 37-29.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.