O britânico Andy Murray vai defender os dois títulos mundiais nos Jogos Olímpicos de Tóquio2020, anunciou hoje a Associação Olímpica Britânica, que convocou o tenista para os torneios de singulares e de pares.

Depois de ter conquistado o ouro em Londres2012 e no Rio2016, Murray, de 34 anos, foi selecionado para integrar comitiva britânica em Tóquio, onde vão decorrer os Jogos Olímpicos entre 23 de julho e 08 de agosto.

O antigo número um mundial e detentor de três títulos do Grand Slam, casos do US Open, em 2012, e Wimbledon, em 2013 e 2016, vai disputar a prova de singulares, assim como Daniel Evans, e formará dupla com Joe Salisbury na competição de pares.

Assim como Andy Murray, atualmente no 119.º lugar no ‘ranking’ ATP, Evans (26.º ATP) e Salisbury (11.º no ‘ranking’ de pares), Johanna Konta e Heather Watson vão representar a Grã-Bretanha no torneio de singulares de Tóquio, que será disputado de 24 de julho e 01 de agosto.

Na quarta-feira, Pedro Sousa assegurou a presença no torneio olímpico individual, através da vaga continental, ao ocupar o 108.º do 'ranking' ATP em 14 de junho, data de fecho da qualificação.

O lisboeta, de 33 anos, que atualmente ocupa o 121.º lugar do ‘ranking’ mundial, sucede a João Sousa e Gastão Elias, que representaram Portugal no Rio2016.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.