A atleta norte-americana Brianna McNeal, campeã olímpica dos 100 metros barreiras no Rio2016, não vai defender o título este ano em Tóquio, depois de ver confirmada uma suspensão de cinco anos por violação das regras antidoping.

O Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) rejeitou hoje o recurso apresentado pela atleta, suspensa há um mês por entrave ao processo de gestão de resultados, violando assim as regras antidoping da World Athletics, a federação mundial da modalidade.

O TAS não só confirmou a suspensão como decretou que todos os resultados obtidos no ano passado, de 13 de fevereiro a 14 de agosto são anulados, com restituição de medalhas, títulos, pontos e prémios pecuniários.

A suspensão fora anunciada em 04 de junho pela Unidade para a Integridade do Atletismo, mas a atleta recorreu e ainda conseguiu competir nas seletivas norte-americanas, dia 21, onde foi segunda, logo atrás de Keni Harrison.

O 'passaporte' para os Jogos fica assim sem efeito, com a quarta na prova a ganhar a vaga olímpica.

A atleta já tinha estado suspensa em 2017 e 2018, depois de por três vezes ter falhado o dever de comunicar a sua localização, para eventuais testes. A pena foi então leve, depois de justificar duas das faltas com a deslocação para receber um prémio e com a presença numa receção na Casa Branca.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.