O governo dos Estados Unidos manifestou hoje o seu total apoio à participação da equipa olímpica em Tóquio2020, um dia depois do Departamento de Estado desaconselhar o turismo dos seus compatriotas no Japão.

“O Presidente apoia com orgulho os nossos atletas”, vincou a porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki, recordando que a participação decorre sempre “sob a proteção” dos Jogos Olímpicos e respeitando “os seus protocolos restritos”.

Segunda-feira, cidadãos dos Estados Unidos foram desaconselhados a viajar este verão para o Japão devido aos riscos associados à pandemia da covid-19 no país que albergará os Jogos Olímpicos, de 23 de julho a 08 de agosto.

“Devido à covid-19, não viaje para o Japão”, recomendou o Departamento de Estado dos EUA, que evoca a pandemia de covid-19 de “altíssimo nível” que elevou o seu aviso de viagem ao nível máximo de alerta, à semelhança do que fez com outros países.

A porta-voz do governo assumiu o aumento de casos de covid-19, que estão a pressionar o sistema de saúde nipónico, mas insistiu no rigor das regras e procedimentos específicos no país para assegurar a proteção de todos os participantes.

“Devido à atual situação pandémica no Japão, mesmo os viajantes vacinados podem correr o risco de contrair e disseminar variantes do covid-19 e devem evitar todas as viagens ao Japão”, disse na véspera o Departamento de Estado, que elucidou da necessidade de fazer quarentena à chegada, “independentemente de as pessoas estarem vacinados ou não”.

Psaki garante que a posição dos estados Unidos não mudou no apoio aos Jogos Olímpicos, e recordou que o país respeitou a decisão de adiar um evento um ano para 2021.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.