O novo presidente da Casa do Pessoal do Porto do Lobito, António Moreira Bandeira, prometeu neste sábado a melhoria das infra-estruturas do clube, principalmente o campo multiusos, que não beneficia de obras há mais de dez anos.

Falando à imprensa, a propósito da sua recente eleição, António Moreira Bandeira defendeu a necessidade imperiosa de uma intervenção para garantir a manutenção do piso do pavilhão multiusos, visando a boa prática desportiva.

De igual modo, também apontou a melhoria das condições sociais e de trabalho dos colaboradores da agremiação afecta ao Porto do Lobito como outra prioridade do seu mandato, no quadriénio 2020/2024.

No entanto, o dirigente adiantou que vai manter o programa deixado pelo seu antecessor, Jeremias Estêvão, uma vez que, a seu ver, está enquadrado com a actual realidade do clube, introduzindo apenas novos métodos de trabalho.

Reagindo à eleição, os representantes das três modalidades que o clube possui, nomeadamente o hóquei em patins, o andebol e o basquetebol, foram unânimes em reiterar o apoio a António Moreira Bandeira, face à sua experiência no desporto, que já leva 46 anos.

Ainda assim, não deixaram de manifestar preocupação, tendo em conta a falta de investimento por parte do maior patrocinador, o Porto do Lobito,  para o relançamento das modalidades.

A título de exemplo, o coordenador do hóquei em patins, Correia Jamba, realçou que controla 120 atletas nos escalões juvenis, juniores e seniores, sendo que o  grande problema das equipas prende-se com a falta de equipamentos, como sticks, patins e outros acessórios.

Por sua vez, o chefe de departamento do andebol, Lucas Cundumula, pediu mais incentivos para travar a transferência das atletas de renome para os grandes clubes de Luanda, a procura de melhores condições competitivas e sociais.

Em relação ao basquetebol, o seu coordenador, João Leal, espera a introdução do escalão sénior, tanto feminino, como masculino, para evitar a saída involuntária dos atletas e futuramente negociar com outros clubes, com a finalidade de conseguir alguns benefícios.

Único candidato, António Moreira Bandeira foi eleito, sexta-feira, com 30 votos a favor, para dirigir a Casa do Pessoal do Porto do Lobito, uma agremiação fundada a 17 de Março de 1952, como clube náutico, ostentando as modalidades de natação, remos e velas.

Passando alguns anos, introduziu a ginástica e vólei e, por último, o hóquei em patins, o andebol e o basquete que prevalecem há mais de mais de três décadas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.