ABC/UMinho, Sporting CP e S.L. Benfica confirmaram o favoritismo e visaram já este fim-de-semana o passaporte rumo às meias-finais do Campeonato Fidelidade Andebol 1, dispensando a realização de terceiro jogo nos quartos-de-final da competição.

Em Braga, o ABC/UMinho recebeu o Passos Manuel num jogo com um primeiro tempo muito equilibrado. É certo que nesse primeiro período os bracarenses chegaram a ter cinco e seis golos de vantagem mas a formação de Lisboa foi-se encostando e chegou ao intervalo a perder por tangencial 17-16. A história do segundo tempo foi diferente. Aos 38 minutos o Passos Manuel passou pela primeira vez para a frente (20-21), o jogo conheceu momentos de grande emoção e equilíbrio, e os bracarenses necessitaram de 12 minutos para colocarem em dois a diferença a seu favor (28-26). Daí até ao final nunca mais a equipa lisboeta conseeguiria aproximar-se, com o ABC/UMinho a terminar com uma vitória por 32-28.

Destaque para a eficácia (86%) de Hugo Rocha, com 12 golos em 14 tentativas; de Nuno Grilo, com 73% (oito em 11) e de Carlos Martins (4 em 4).

Do lado do Passos Manuel Ricardo Barrão e David Piedade fizeram 80%, com quatro golos em cinco remates.

Em Lisboa, o Sporting CP desembaraçou-se com relativa facilidade da Associação Atlética de Águas Santas Milaneza. Ao intervalo os leões venciam já por cinco golos de diferença (17-12), após um primeiro tempo marcado por algum equilíbrio até aos 10 minutos (5-4), com o Sporting a ampliar a vantagem até ao intervalo. O segundo tempo não teve grande história, com a formação da casa a ter várias vantagens de 10 golos.

Pedro Portela e Bruno Moreira, ambos com cinco em cinco, foram os mais eficazes dos Sporting CP. Do lado do Águas Santas Milaneza, Pedro Cruz, com sete em nove (78%) foi dos mais eficazes.

Na Luz, o jogo foi mais equilibrado do que o resultado final (40-30) parece indiciar. O primeiro tempo foi dividido, o SL Benfica chegou a ter vantagem de três golos que deixou esfumar, e aos 22 minutos, o Madeira SAD chegou mesmo a estar na frente (13-14). O intervalo chegou com as equipas coladas (17-16).

Na segunda parte o equilíbrio manteve-se até aos 41 minutos, altura em que o SL Benfica conseguiu a primeira vantagem de três golos (27-24). O Madeira reagiu (28-27, aos 46 m.), mas obrigado a jogar e arriscar o tudo por tudo, permitiu que o SL Benfica ampliasse a vantagem até aos 10 golos finais (40-30).

Tiago Pereira e João Pais, com cinco golos e 100% de eficácia, foram os mais notados, à frente de Elledy Semedo que fez 11 golos em 15 remates (73% eficácia). No Madeira SAD, Nélson Pina (sete em oito) e Elias António (seis em oito), também se destacaram. Gonçalo Vieira fez três golos em quatro tentativas e Cláudio Pedroso oito em 15.

FC Porto joga este domingo

O FC Porto recebe este domingo a Artística de Avanca que no primeiro encontro deu excelente réplica durante grande parte do jogo pelo que pode esperar-se um bom espetáculo no Dragão, embora com natural favoritismo da equipa da casa.

Este sábado arrancou o grupo B com as quatro equipas separadas por dois pontos e três delas (AC Fafe, Sp. Horta e Delta Belenenses) com o mesmo pecúlio (15).

O Andebol Clube de Fafe não conseguiu manter a vantagem com que foi para o descanso (16-13) e perdeu com o Maia ISMAI.

A jogar em casa, o Delta Belenenses ultrapassou a diferença de cinco golos (13-18) com que foi para o descanso e venceu o Sporting da Horta por 26-24.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.