A Hungria surpreendeu hoje no Euro2020 de andebol ao vencer a seleção da Eslovénia, por 29-28, no segundo encontro do Grupo II da ronda principal, e mantém vivo o sonho de conseguir o apuramento para as meias-finais.

Depois de ter perdido no jogo anterior diante da anfitriã Noruega (36-29), os húngaros precisavam de vencer para ter reais chances de poder estar entre as quatro melhores seleções e impuseram o primeiro desaire no torneio à Eslovénia, ao contrário de Portugal, que, antes, 'caiu' aos pés da Islândia (28-25) e, consequentemente, ficou mais longe do apuramento para as ‘meias’.

Hoje, na arena de Malmö, na Suécia, a Hungria perdia por uma diferença de três golos ao intervalo (13-16), porém, a exibição nos segundos 30 minutos, muito por culpa da grande eficácia (90%) do pivot Bence Banhidi, autor de nove golos, e das nove defesas do guardião Roland Mikler, permitiu a reviravolta.

O lateral do FC Barcelona Jure Dolenec, com 8 remates certeiros, ainda tentou impedir a derrota, que deixa Eslovénia, Hungria e Noruega com os mesmos quatro pontos, sendo que os noruegueses ainda defrontam esta tarde a Suécia, que está em 'branco', podendo, em caso de triunfo, isolar-se no comando da ‘poule’, enquanto Portugal e Islândia somam dois pontos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.