A Noruega terminou hoje no terceiro lugar o Europeu2020 de andebol, naquele que é o seu melhor resultado de sempre na competição, ao vencer por 28-20 a Eslovénia, em Estocolmo, no jogo de atribuição do bronze.

Após a ‘ameaça’ com o quarto lugar no Europeu2016, disputado na Polónia, a Noruega – vice-campeã mundial em 2019 e 2017 – chegou ao pódio pela primeira vez, na Arena de Estocolmo, ao derrotar a Eslovénia por um esclarecedor 28-20.

Desgastadas fisicamente pelos jogos das meias-finais realizados na sexta-feira, a Noruega perdeu com a Croácia (29-28) e a Eslovénia com a Espanha (34-32), as seleções arrastaram-se nos minutos iniciais em que foi visível a falta de força.

Com os guarda-redes de ambas as formações a mostrar serviço e a superiorizarem-se aos ataques, na ordem de 50 por cento de eficácia defensiva, os poucos golos marcados fizeram com que a Noruega atingisse o intervalo a vencer por 12-09.

Na segunda parte, um parcial de 5-1 permitiu à seleção da Noruega descolar para uma vantagem de sete golos, aos 17-10, que geriu praticamente até ao final, perante a impotência da Eslovénia, e que chegou a ser de nove aos 26-17 e 28-19.

O norueguês Magnus Joendal, com sete golos, foi o melhor marcador do encontro, facto que lhe valeu ter sido considerado o melhor jogador do encontro. O seu compatriota Kristian Bjornsen e o esloveno Dean Bombac estiveram igualmente em destaque na concretização, com cinco golos cada.

No encontro que antecedeu a atribuição da medalha de bronze, entre a Noruega e a Eslovénia, a Alemanha venceu Portugal, por 29-27, na partida para a definição do quinto e sexto classificados.

A final da Europeu2020 será disputada domingo entre a Espanha – detentora do troféu – e a Croácia, que procura conquistar o seu primeiro título, após a prata em 2008 e 2010.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.