O relatório e contas do exercício de 2020 da Federação de Andebol de Portugal (FAP) foi aprovado por unanimidade, em assembleia-geral ordinária, informou o organismo no sítio oficial na Internet.

O presidente da FAP, Miguel Laranjeiro, lembrou o “ano atípico”, devido à pandemia de covid-19: “Considerando a pandemia, a necessidade de adaptação de competições e provas, e a salvaguarda da saúde pública, só posso agradecer a todos os agentes da modalidade que ao longo do ano mantiveram a atividade e o empenho na defesa da modalidade”, observou o líder federativo.

Durante a reunião magna, foi ainda aprovado um voto de pesar, apresentado pela Direção da FAP, pelo falecimento de Alfredo Quintana, guarda-redes do FC Porto e da seleção portuguesa, “que muito contribuiu para a projeção do andebol português a nível nacional e internacional”.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.