Portugal defronta hoje a Hungria, no último jogo da ronda principal do Euro2020 de andebol, no qual persegue uma vaga na partida de atribuição dos quinto e sexto lugares, que representaria a melhor classificação de sempre.

Depois de na terça-feira ter ficado afastada das meias-finais, ao perder com a Eslovénia (29-24), a seleção portuguesa procura terminar no terceiro lugar do grupo II, ocupado, precisamente, pela Hungria, que ainda pode chegar ao segundo posto e seguir para as meias-finais.

Para conquistar a terceira posição do agrupamento e ganhar o direito de discutir os quinto e sexto lugares da prova, Portugal precisa apenas de vencer os húngaros em Malmö, mas, se a Islândia se impuser à Suécia, vai provocar um desempate a três, que não favorece a equipa das 'quinas'.

Naquele cenário, a vitória da seleção portuguesa sobre os magiares terá de ser obtida por cinco ou mais golos de diferença, uma vez que os islandeses venceram a equipa lusa por 28-25 e foram derrotados pela Hungria por 24-18.

A seleção nacional, que esteve 14 anos afastada da fase final do Europeu, tem como ponto alto no torneio continental o sétimo lugar alcançado em 2000, na Croácia, e, para o melhorar, precisa de terminar, pelo menos, no terceiro lugar do grupo II, que também valerá a presença no torneio de qualificação olímpico.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.