O FC Porto foi até ao Pavilhão da Luz vencer o Benfica por 33-23, em jogo antecipado da 11.ª ronda do Campeonato Nacional de Andebol. Foi um jogo de sentido único, e onde os campeões nacionais já venciam por 18-11 ao intervalo.

Os 'dragões' somam por vitórias todos os jogos realizados (33 pontos), ao contrário dos 'encarnados' que somam menos quatro pontos que os rivais do Norte.

Ainda esta noite, o Sporting venceu o Sporting da Horta por 34-19 e mantém-se colado ao FC Porto na liderança da prova. 'Leões' e 'dragões' só sabem vencer.

De negativo, a lesão grave de António Areia, ponta-direita do FC Porto, como lamentou o treinador do FC Porto

"Foi um jogo muito difícil para nós. Estamos contentes, mas estou triste com a lesão do António Areia. Lesionou-se no joelho esquerdo, parece grave. Temos um calendário muito difícil e não temos muitos esquerdinos na equipa. O Benfica não está habituado a jogar jogos muitos difíceis. Jogámos bem na defesa e estivemos também bem no ataque. Penso que durante os primeiros 20 minutos não cometemos nenhum erro e ganhámos muita confiança", disse Magnus Andersson, treinador do FC Porto, no final do encontro.

Já Carlos Resende, treinador do Benfica, lamentou o facto de o FC Porto ter outro andamento, assim como o mau jogo da sua equipa.

"Não é difícil falar sobre este jogo, porque tudo correu mal. É preciso mudar a forma como defendemos. O FC Porto tem um ritmo diferente do nosso. Uma coisa é jogar o campeonato interno e a outra é jogar na Liga dos Campeões. Não entrámos bem e andámos sempre atrás do resultado, o que condicionou o nosso jogo", desabafou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.