O FC Porto sofreu e muito para levar de vencida o Águas Santas e garantir um lugar na final da Taça de Portugal de Andebol. Os campeões nacionais só conseguiram superiorizar-se aos maiatos no prolongamento, ao vencerem por 33-31,  na segunda meia-final da ‘final a 4’, a decorrer em Pinhel, Guarda.

No tempo regulamentar registou-se um empate a 27 golos. No último lance o pivot Daymaro Salina podia ter resolvido o jogo mas o guarda-redes António Campos fez uma grande defesa e atirou o jogo para tempo extra.

Foi um jogo muito difícil para o FC Porto, que foi para o intervalo a perder por 14-13, algo raro esta época.

No segundo tempo a equipa de Magnus Anderson passou por um mau bocado e viu os maiatos galvanizarem-se no encontro, com destaque para Pedro Cruz, Seabra Matos e António Campos na baliza.

Pedro Cruz foi o melhor em campo com 12 golos, insuficientes para apurar o Águas Santas para a final. No FC Porto destacaram-se Victor Iturriza e Diogo Branquinho, ambos com sete golos.

Na final, marcada para as 17h00 de domingo, 06 de junho, o FC Porto, que sagrou-se campeão só com vitórias, irá medir forças com o Benfica, que hoje derrotou o Sporting por 26-24 na primeira meia-final.

A edição 2019/20 da Taça de Portugal não foi concluída, devido à pandemia da covid-19.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.