O FC Porto sofreu hoje, em Montpellier, uma esperada derrota por 35-27 e falha assim o acesso aos quartos de final da Liga dos Campeões de andebol.

Na primeira mão do 'play-off' de acesso aos 'quartos', disputada no Porto, os gauleses já tinham sido mais fortes do que os 'dragões', dominando a partida, mas cedendo o empate na parte final, 29-29.

As reações após o jogo

Magnus Andersson (treinador do FC Porto): “Estou muito desapontado com o nosso jogo. Na verdade, estou até um pouco confuso. Começámos bem, mas tivemos problemas na defesa. Ainda assim, conseguimos várias oportunidades para ficarmos na frente.

Ao fim de 10 minutos, mostrámos a nossa frustração e perdemos o caminho, o nosso jogo tornou-se difuso e tomámos más decisões. Isso deu ao Montpellier a chance para marcar quatro ou cinco golos no contra-ataque”.

Fábio Magalhães (jogador do FC Porto): “Foi uma experiência incrível estar na Liga dos Campeões. Tivemos grandes jogos com grandes equipas, temos de nos lembrar disso e para o ano estar cá e fazer igual ou melhor”.

Patrice Canayer (treinador do Montpellier): “Estamos muito satisfeitos com a vitória e a qualificação para os quartos de final. Tínhamos muito respeito pelo FC Porto antes do jogo, e nada mudou agora. Jogámos a uma grande qualidade hoje, com muito ritmo e intensidade na defesa.

Fizemos uma boa fase de grupos e precisávamos de validar isso no ‘play-off’, que é a ‘Champions’ a sério”.

Diego Simonet (jogador do Montpellier): “Lembra-me a equipa que venceu a Liga dos Campeões, com uma boa defesa, um bom guarda-redes e bom espírito. Foi um Montpellier muito, muito bom. Estou orgulhoso da equipa, e se jogarmos assim, podemos conseguir muitas coisas boas”.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.