Apesar de um arranque melhor da Noruega, que entrou na partida com um parcial de 3-0, o primeiro tempo foi bastante equilibrado, atingindo-se o intervalo com uma igualdade a 15 golos.

O equilíbrio apenas foi desfeito nos minutos finais, com a Noruega a conseguir uma vantagem de três golos (32-29) a três minutos do fim, com Portugal a já não conseguir responder.

“Na reta final deste encontro com a Noruega, com duas ou três falhas técnicas e más decisões no ataque, que são fruto deste acumular de jogos, os nórdicos conseguiram sair em contra-ataque e criar este desnível no resultado que não representa aquilo que foi o jogo – estamos tristes e desapontados – não era este o resultado que ambicionávamos”, disse o selecionador luso, Nuno Santos.

Vasco Costa e Tomás Teixeira foram os melhores marcadores da seleção portuguesa, com sete golos.

“O oitavo lugar é um pouco o espelho do que fizemos no torneio, sabendo que tínhamos possibilidades de fazer bastante melhor, de qualquer maneira foi uma grande experiência para este grupo, tivemos oportunidade de competir com as melhores equipas da Europa e do mundo. Acabámos por falhar o apuramento para o Festival Olímpico da Juventude Europeia – o que nos traz uma tristeza muito grande –, mas uma experiência numa competição com esta intensidade e este caráter sério, é um momento importante na vida de todos os que participam", assumiu o treinador.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.