O selecionador nacional de andebol, Paulo Pereira, considerou hoje que Portugal tem "uma tarefa muito difícil, mas não impossível" no torneio de qualificação de acesso ao Campeonato do Mundo da modalidade na Alemanha e Dinamarca, de 2019.

Nesta fase de qualificação, Portugal vai enfrentar, entre 12 e 14 de janeiro, em três dias de competição consecutivos, no pavilhão municipal da Póvoa de Varzim, as congéneres da Polónia, Chipre e Kosovo, tendo de garantir o primeiro lugar para passar a um ‘play off’ seguinte.

"Temos a consciência que não será uma fase fácil, mas que também não é impossível o apuramento. Estamos a planificar tudo para que, na prática, essa consciência seja mais visível e possamos estar todos comprometidos para este difícil caminho que temos de percorrer", disse Paulo Pereira.

Entre os três adversários desta ronda, Paulo Pereira elegeu a Polónia "como o obstáculo mais difícil de superar", lembrando que é uma seleção habituada a marcar presença nas grandes provas internacionais.

"Dos três adversários que temos pela frente, a Polónia será o obstáculo mais forte. Mas, além disso, temos de superar um nosso estigma de derrota com o qual lidamos há mais de 12 anos, e que tem sido o mais difícil de ultrapassar", vincou o selecionador nacional.

Apesar da confiança, Paulo Pereira lembrou que depois deste torneio com Polónia, Chipre e Kosovo, o caminho para o mundial de 2019 não fica logo aberto, pois há ainda um ‘play off’ a disputar com um adversário que virá do lote de equipas que participarão no Europeu de 2019.

"Seja quem for que virá a seguir será forte na mesma e irá obrigar-nos a ter uma mentalidade ganhadora para podermos concretizar o trabalho que temos vindo a fazer", considerou.

O selecionador nacional de andebol confessou que, a nível internacional, as prestações da equipa "têm sido alvo e elogios", mas o técnico gostaria de os confirmar com resultados desportivos condizentes que permitissem presença nas grandes competições.

"Talvez por ainda não nos verem como uma ameaça, os técnicos e dirigentes de outros países dizem que jogamos muito bem, e que já merecíamos mais. Em 2020 haverá o alargamento do Campeonato da Europa para 24 equipas, e naturalmente lá estaremos, mas queria conseguir um apuramento antes disso para que o reconhecimento fosse maior", desabafou José Pereira.

O treinador divulgou hoje, na Póvoa de Varzim, a lista de convocados para o torneio de apuramento que se realizará na Póvoa de Varzim, referindo que foi reunido um grupo "muito equilibrado".

"Andamos a construir este grupo da defesa para o ataque, tendo especial atenção às soluções defensivas. Essa ideia de jogo é diferente, mas não nos tem saído mal. Vamos ver como corre neste torneio, nomeadamente frente à Polónia", afirmou.

A equipa nacional de andebol entra em estágio, no Luso a partir da próxima quinta-feira, com um período de treinos que se prolonga até 9 de janeiro, com pequenas paragens nos dias de natal e ano novo.

Nessa fase, a seleção fará uma viagem até à Roménia, para, em 5 de janeiro, participar no Torneio de Carpati, frente à Tunísia, Bahrein e Roménia, regressando de imediato a Portugal, onde, em 9 de janeiro, fará, no pavilhão de Estarreja, um jogo particular frente à Argentina.

Nesse mesmo dia instala-se na Póvoa de Varzim, para em 12 de janeiro, no pavilhão municipal local, defronta o Kosovo, em 13 o Chipre e em 14 a Polónia.

Lista de Convocados:

- Guarda-redes: Ricardo Candeias (Chartres, França), Hugo Figueira (Benfica) e Humberto Gomes (ABC Uminho).

- Pontas: Fábio Vidrago (Benfica), Diogo Branquinho (FC Porto), Sérgio Barros (Nilufer Bursa, Turquia), Pedro Portela (Sporting), Carlos Martins (ABC Uminho) e Antonio Areia (FC Porto).

- Pivôs: Tiago Rocha (Sporting), Daymaro Salina (FC Porto) e Alexis Borges (FC Barcelona, Espanha)

- Laterais: Gilberto Duarte (Wisla Plock, Polónia), Alexandre Cavalcanti (Benfica), Edmilson Araújo (Sporting), João Ferraz (HSG Wetzlar, Alemanha), Miguel Baptista (Chartres, França), Jorge Silva (BM Granollers, Espanha) e Fábio Magalhães (Chartres, França).

- Centrais: Rui Silva (FC Porto) e Miguel Martins (FC Porto).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.