A Sérvia foi hoje excluída da qualificação para o Mundial de andebol feminino de sub-20, um dia depois de ter cancelado “por razões de segurança” o jogo com o Kosovo, marcado para os arredores de Belgrado.

O embate deveria realizar-se à porta fechada num pavilhão de Kovilovo, em detrimento de Kragujevac, palco inicial, e seria o primeiro encontro internacional em território sérvio entre a seleção do país e a sua antiga província maioritariamente albanesa, que declarou independência em 2008.

O Ministério do Interior da Sérvia cancelou o jogo, devido à deslocação de dezenas de elementos das claques do Estrela Vermelha a Kovilovo, onde poderiam exaltar convicções patrióticas e hostis ao Kosovo.

“Devido às circunstâncias que levaram à anulação deste encontro e ao facto de a Sérvia não ir disputar este jogo, a seleção nacional é excluída desta competição”, lê-se no comunicado da federação europeia de andebol.

Os outros dois jogos da seleção kosovar no Grupo 5 de qualificação, ambos em solo sérvio, frente a Noruega e Eslováquia, hoje e domingo, respetivamente, foram igualmente cancelados pelo governo sérvio, segundo a estação televisiva pública RTS.

No único jogo disputado, a Noruega venceu a Eslováquia, por 32-23, em Belgrado.

A tutela justificou a decisão como uma forma de “evitar qualquer possibilidade de confrontos entre polícia e cidadãos”.

Antiga província albanesa da Sérvia, o Kosovo declarou a sua independência em 2008, mas Belgrado não a reconheceu, tendo empreendido uma guerra diplomática para evitar a sua admissão em instituições internacionais.

O Kosovo é membro de diversas federações de modalidades desportivas, entre as quais, por exemplo, futebol (FIFA) e atletismo (IAAF).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.