A Federação Internacional de Andebol (IHF) comunicou esta quinta-feira que, em articulação com as federações nacionais organizadoras dos Torneios de Qualificação Olímpica de Andebol para Tóquio2020, depois de avaliar todos os desenvolvimentos em redor do Covid-19 e em coordenação com o Comité Olímpico Internacioal (COI), determinou que deverão ser levados a cabo todos os esforços para que os torneios sejam realizados no local e datas previstos.

A IHF avança que os vários torneios, quer os masculinos, quer os femininos, vão ser disputados à porta fechada, deixando porém uma ressalva em relação ao torneio masculino a disputar em França, precisamente aquele em que marcará presença a Seleção portuguesa, depois do quinto lugar alcançado no último Campeonato da Europa. "Em França as restrições atuais, que não permitem que o torneio seja disputado com espectadores, são válidas até 15 de Abril. Uma atualização por parte das autoridades locais será conhecida nessa altura", escreve a IHF em comunicado.

Relativamente aos restantes torneios, e tendo em conta as informações que detém esta quinta-feira, a IHF avança que Os Torneios Femininos agendados para Espanha, Hungria e Montenegro serão jogados nas datas previstas, ainda que sem espectadores e acesso ao público, o mesmo acontecendo em relação aos outros dois torneios masculinos, agendados para Alemanha e Noruega. Há, porém, uma ressalva em relação ao torneio a decorrer em terras norueguesas, visto que pessoas vindas da Coreia do Norte - um dos países participantes nesse torneio - não estão autorizadas a entrar na Noruega. Caso a federação norueguesa não consiga encontrar solução, o torneio mudará para outro país.

A presença de jornalistas nestes torneios, informa a IHF, será determinada torneio a torneio, de acordo com as indicações das autoridades locais.

A IHF garante ainda que preparou todas as medidas preventivas e de precaução para que os torneios decorram de forma segura. "A IHF, em colaboração com o seu Comité Médico, preparou várias medidas preventivas de precaução para garantir que a realização dos torneios seja segura, incluindo a atribuição de um clínico especializado no Covid-19 a cada seleção, a realização de testes aos jogadores entre os jogos e a completa esterilização dos recintos antes e depois dos encontros, bem como do recinto de jogo ao intervalo", escreve no comunicado.

A IHF garante ainda que preparou todas as medidas preventivas e de precaução para que os torneios decorram de forma segura. "A IHF, em colaboração com o seu Comité Médico, preparou várias medidas preventivas de precaução para garantir que a realização dos torneios seja segura, incluindo a atribuição de um clínico especializado no Covid-19 a cada seleção, a realização de testes aos jogadores entre os jogos e a completa esterelização dos recintos antes e depois dos encontros, bem como do recinto de jogo ao intervalo", escreve no comunicado.

O presidente da IHF, Hassan Moustafa, garante que a saúde de todos é da maior importância. "A saúde e a segurança das equipas e do seu staff e adeptos é, para nós, da maior importância. Vamos manter contacto próximo com as autoridades relevantes de maneira a tomar as devidas precauções", garantiu.

Os torneios femininos terão lugar em Espanha, Hungria e Montenegro de 20 a 22 de Março, enquanto os masculinos serão disputados em França, Alemanha e Noruega de 17 a 19 de abril. Cada grupo é composto por quatro seleções, com os dois primeiros classificados a garantirem um lugar no Torneio Olímpico dos Jogos Olímpicos de 2020, a jogar de 25 de julho a 9 de agosto.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.