A Federação Portuguesa de Judo lamentou hoje a morte de Toshihiko Koga, aos 53 anos, lembrando que o campeão olímpico em Barcelona1992 fascinou os adeptos da modalidade, que não voltaram a ver um talento igual.

“Koga... Campeão olímpico em Barcelona 1992 fascinou-nos a todos. Nunca ninguém tinha visto nada assim e nunca ninguém voltou a ver”, sublinhou a federação portuguesa, em alusão ao estilo de judo do tricampeão mundial e campeão olímpico.

O antigo judoca, que também treinou a campeã olímpica Ayumi Tanimoto, era uma celebridade no Japão, com muitos a considerarem que Koga foi quem melhor executou o ‘ippon seoi nage", técnica em que se atira o adversário por cima do ombro.

Também a Federação Internacional de Judo lamentou a morte de Koga, ao escrever que “partiu um artista”.

“Alguns campeões são mais lembrados que outros, por terem aquela faísca que os impulsiona para outra dimensão. Toshihiko Koga era uma dessas lendas”, escreveu o organismo máximo do judo mundial.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.