O queniano Wilson Kipsang, antigo recordista mundial da maratona, foi detido na localidade de Iten (Quénia), por violar o recolher obrigatório imposto devido ao coronavírus (COVID -19) que afecta o mundo.

O também medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Londres em 2012 foi encontrado recentemente a beber e a jogar bilhar no Keelu Resort quando foi interpelado às 22 horas, juntamente com outras pessoas, segundo o comandante da polícia de Iten, John Mwinzi.

Devido à pandemia, o recolher obrigatório vigora das 19 as cinco horas da manhã seguinte pelo que o responsável da força de segurança considerou a violação uma ofensa muito séria por serem pessoas respeitadas e obrigadas a darem o exemplo.

Wilson Kipsang declarou-se culpado na justiça e saiu sob a fiança de 43 euros.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.