Pelo quarto ano consecutivo, a tenista americana Serena Williams lidera a lista da revista Forbes das mulheres mais bem pagas no desporto, informou nesta terça-feira a publicação especializada em negócios e finanças.

De acordo com a Forbes, a 23 vezes vencedora de torneios de Grand Slam ganhou 29,2 milhões de dólares no período de 12 meses que finalizou a 1 de junho, sendo que 4,2 milhões foram obtidos em prémios de competições.

A japonesa Naomi Osaka, que chegou ao estrelato internacional com uma vitória surpreendente sobre Williams na final do Open dos Estados Unidos, em 2018, e venceu o Open da Austrália em janeiro deste ano, tornou-se a quarta mulher a ganhar mais de 20 milhões num ano, logo atrás da norte-americana e das também tenistas Maria Sharapova (Rússia) e Li Na (China).

Segundo a publicação, Osaka faturou 24,3 milhões, ficando assim em segundo numa lista dominada por tenistas.

A alemã Angelique Kerber, ex-campeã de Wimbledon, é a terceira, com 11,8 milhões, seguida pela romena Simona Halep, atual vencedora do tradicional torneio britânico de ténis.

A Forbes incluiu prémios em dinheiro, salários, bónus, patrocínio e honorários recebidos entre 1 de junho de 2018 e 1 de junho de 2019.

A atleta não tenista melhor classificada no levantamento da revista é a jogadora americana de futebol Alex Morgan, em 12º lugar, com um faturamento de 5,8 milhões.

A estrela indiana de badminton P.V. Sindhu e a golfista tailandesa Ariya Jutanugarn foram as atletas de outras modalidades entre as 15 mais bem pagas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.