A portuguesa Patrícia Mamona terminou no oitavo lugar a competição do triplo salto dos campeonatos do mundo de atletismo, vencida pela venezuelana Yulimar Rojas, que revalidou o título mundial e juntou-o ao olímpico.

Em Eugene, nos Estados Unidos, Patrícia Mamona, medalha de prata em Tóquio2020, atrás de Rojas, terminou a prova de segunda-feira com os 14,29 metros alcançados no seu quinto salto, em igualdade com a jamaicana Kimberly Williams, sétima classificada.

Yulimar Rojas, recordista mundial, voltou a dominar o concurso, ao saltar 15,47, a melhor marca do ano, impondo-se à jamaicana Shanieka Ricketts e à norte-americana Tori Franklin, segunda e terceira classificadas, com 14,89 e 14,72, respetivamente.

Depois de ter superado a qualificação em sofrimento, devido a dores nas costas, Mamona, campeã da Europa ao ar livre em 2016 e ‘indoor’ em 2021, repetiu o oitavo lugar alcançado em Doha2019, na sua quinta presença em mundiais.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.