Usain Bolt tem sido uma das principais vozes contra o doping. O atleta jamaicano, que se vai retirar das pistas depois do Mundial de atletismo que decorre este mês em Londres, confessa-se desiludido com tantos casos de doping na modalidade.

"Acho que estávamos no fundo do poço. Depois do escândalo da Rússia acho que não podíamos ficar pior. Ao longo dos anos temos feito um trabalho melhor, o desporto está a ficar mais limpo e estamos a conseguir apanhar muitos atletas. As pessoas estão a perceber que serão apanhadas se tentarem fazer alguma coisa errada. Ao longo do tempo o desporto vai ficar melhor", garante o campeão mundial dos 100 e 200 metros.

Nas mesmas declarações à imprensa, o triplo campeão olímpico deixou fortes críticas aos atletas que continuem a recorrer ao doping. Para o jamaicano, esta prática só atrasa a evolução do desporto.

"O doping é sempre uma coisa má e nunca é agradável porque tu trabalhas duro e o desporto começa a evoluir e depois há outros atletas que atrasam tudo", comentou Bolt, esperançado num futuro melhor.

"Espero que os atletas percebam o que se está a passar e percebam que se não pararem de fazer o que estão a fazer o desporto morre", atirou.

Usain Bolt apenas fez três provas este ano e no último mês esteve a lutar contra uma lesão nas costas. Apesar da falta de provas e treino, o jamaicano de 31 anos insiste que será o alvo a abater nos Mundiais de Londres.

"Por alguma razão não sou favorito. É o que a minha equipa me vem dizendo para que eu possa provar a mim mesmo, mais uma vez, que sou capaz. Mas estou sempre confiante nas minhas capacidades. Quando estou na pista, estou cheio de confiança e preparado para tudo", comentou.

"Na minha última prova nos 100 metros fiz 9.95 segundos, o que mostra que estou na direção certa. É tudo uma questão de nervos. Já estive nesta situação várias vezes e sei que estou preparado", explicou.

A finalizar, Bolt deixou uma sugestão aos jornalistas sobre o título a escolher após a final dos 100 metros, que espera ganhar pela última vez.

"´Usain Bolt retirou-se invencível´. Para mim este deverá ser o grande destaque. ´Imbatível e imparável´", terminou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.