O espanhol Diego Garcia e a chinesa Shenjie Qieyang venceram este sábado o 27.º Grande Prémio de Marcha de Rio Maior, prova de 20 quilómetros a contar para o 16.º "Challenge" mundial da Federação Internacional de Atletismo.

Numa corrida que começou com chuva, mas com o tempo a melhorar progressivamente, Diego Garcia (01:21:15 horas) venceu com 45 segundos de vantagem sobre o seu compatriota Álvaro Martin (01:22:00), que bateu ao ‘sprint’, por apenas um segundo, o terceiro classificado, o mexicano José Leyver Ojeda (01:22:01).

Os três atletas fizeram parte de um grupo de seis que esteve na frente da prova até cerca dos 15 quilómetros, altura em que o primeiro era o sueco Perseus Karlstrom, que tinha o melhor tempo do ano.

Um ataque da dupla espanhola acabou com a união do grupo, com Garcia a ganhar vantagem e a terminar isolado e com boa vantagem.

Miguel Carvalho, do Benfica, foi o melhor português, terminando no 12.º lugar, com 01:23:31 horas, igualando o seu recorde pessoal e conseguindo os mínimos para o Campeonato da Europa.

No setor feminino, Shenjie Qieyang, que antes desta prova era a terceira mais rápida do ano na distância, começou a destacar-se cerca dos 12 quilómetros, terminando com o tempo de 01:28:04, menos 37 segundos que a italiana Antonella Palmisano (01:28:41), segunda classificada.

Inês Henriques, recordista mundial de 50 km marcha, foi a terceira classificada e melhor portuguesa (01:29:15), batendo Inês Cabecinha, quarta classificada, por 38 segundos (01:29:53).

A prova de juniores, na distância de 10 quilómetros, foi ganha pelos espanhóis Eloy Hornero (masculinos) e Antia Charmosa (femininos).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.