A maratona do Porto deste domingo ficou marcada pela enorme afluência de participantes, que bateu assim o recorde de atletas a passar a meta. Foram 2773 as pessoas a terminar a prova, numa marca que supera em 1102 o anterior número.

No que toca às medalhas, a vitória ficou entregue ao queniano Joseph Mutai (2h13m04s) e à etíope Chaltu Waka (2h37m47s). 

Entre os atletas portugueses, o maior destaque foi o benfiquista Rui Pedro Silva, que venceu o título nacional e acabou a prova em terceiro lugar, com o tempo de 2h13m11s, depois de ter chegado a liderar a corrida. «Sofri muito, cheguei a pensar em desistir, mas andei tanto tempo a preparar-me para a maratona e não era a sete quilómetros da meta que ia abandonar», revelou Rui Pedro Silva no final da prova. 

Já no panorama feminino, a surpresa foi protagonizada por Rosa Madureira, que ficou no quarto lugar (2h43m14s) e assegurou o título nacional. 

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.