O Maratona Clube de Portugal anunciou hoje o lançamento de quatro corridas de cinco e 10 quilómetros, "depois do sucesso das provas virtuais de maio", que envolvem doações ao Banco Alimentar por cada inscrito.

O "sucesso" da primeira edição em maio fez o clube avançar para uma nova edição, limitada a 10 mil atletas, que arranca em 30 de outubro e conta com o apoio do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ).

A criação de uma aplicação para ‘smartphones’, que "irá validar a participação dos corredores, registando a distância e os tempos obtidos", é outra das novidades, permitindo "uma classificação geral oficial", segundo comunicado do Maratona.

No dia 30 de outubro e 01 de novembro, decorre a primeira das provas, uma corrida de 10 quilómetros, seguida de uma de cinco de 06 a 08 de novembro, seguida de outra de 10, de 13 a 15, encerrando com outra de cinco, de 20 a 22.

A aplicação passa a ser de uso obrigatório para os participantes, que devem completar pelo menos uma prova para receber uma medalha em casa, somando ainda um dorsal digital e um certificado de participação.

"Nesta altura torna-se ainda mais relevante que as organizações se unam e promovam este tipo de iniciativas, gerando assim oportunidades para que a população usufrua de ofertas que possam combater comportamentos sedentários", explicou, citado em comunicado, o presidente do IPDJ, Vítor Pataco.

O presidente do Maratona, Carlos Moia, reforçou, por seu turno, a vontade de "atrair a população para a corrida e para a caminhada", mesmo que num ambiente virtual, até porque "basta querer", mesmo "condicionados" pela pandemia de covid-19.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.