Patrícia Mamona é campeã da Europa de triplo salto de Pista Coberta. Depois de Pedro Pichardo ter, na manhã deste domingo, conquistado a mesma prova na vertente masculina, foi agora a vez de a atleta do Sporting vencer na vertente feminina. Portugal soma, assim, a sua terceira medalha de ouro nos Campeonatos da Europa de Atletismo de Pista Coberta de 2021, que este domingo terminam em Torum, na Polónia.

A vitória foi conseguida com a marca de 14,53 metros, que constitui um novo recorde nacional, apenas um centímetro à frente das segunda e terceira posicionadas, que registaram, ambas, a marca de 14,52 metros.

Na final, Mamona assumiu a liderança logo no primeiro salto, com 14,35 metros. A portuguesa, ainda assim, não parecia totalmente satisfeita com a marca e ao segundo salto fez ainda melhor: 14,38.

GALERIA: As imagens da vitória de Pedro Pichardo nos Europeus de atletismo
GALERIA: As imagens da vitória de Pedro Pichardo nos Europeus de atletismo
Ver artigo

Ao terceiro salto, ainda melhor para Patrícia Mamona, subindo a sua marca para 14,53. E ainda bem, porque nos saltos que se seguiram viu as rivais aproximarem-se. A alemã Neele Eckhardt fez 14,52 no seu quarto salto e a espanhola Ana Peleteiro, antiga campeã, fez extamente a mesma marca: 14,52 (e garantiu a prata, por um segundo melhor salto melhor do que Eckhardt.

A expectativa manteve-se até ao fim, mas no último salto a alemã fez nulo e para Patrícia Mamona o seu derradeiro salto foi já de consagração. Em descompressão e com o ouro já no bolso, a portuguesa também fez um salto nulo, mas não fez diferença. Pela primeira vez na carreira, Patrícia Mamona sagrava-se campeã europeia de triplo salto de pista coberta...por um centímetro.

Quarta medalha em grandes competições

Aos 32 anos, esta é a quarta medalha de Patrícia Mamona em grandes campeonatos, sempre no triplo salto: em 2016 foi campeã da Europa absoluta, depois de ter sido ‘prata’ em 2012, e em 2017 foi vice-campeã em pista coberta.

Europeus de Atletismo de Pista Coberta: Portugal termina em segundo lugar no quadro de medalhas
Europeus de Atletismo de Pista Coberta: Portugal termina em segundo lugar no quadro de medalhas
Ver artigo

Para Portugal, nestes Europeus de Torun, depois dos ‘ouros’ de Auriol Dongmo no lançamento do peso, na sexta-feira, e de Pedro Pichardo, no triplo masculino, já hoje, elevando para 26 o total das medalhas lusas em todas as edições dos campeonatos.

Passagem à final tinha sido garantida no sábado

Patrícia Mamona tinha garantido a passagem à final do triplo salto dos Campeonatos da Europa em pista coberta na tarde de sábado, fazendo nas qualificações um salto de 14,43 metros, a um centímetro do seu recorde nacional.

Em Torun, Polónia, bastou um salto a Mamona para se apurar, por larga margem, resolvendo cedo o compromisso das qualificações.

Com este salto, subiu a segunda melhor europeia do ano, logo atrás da grega Paraskeví Papahrístou, que se apurou para a final com um registo de 14,39.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.