Pedro Buaró, recordista português do salto com vara, classificou-se hoje na segunda posição do meeting de pista curta de Miramas, França, com um registo de 5,65 metros, tentando depois, seu sucesso, marca de qualificação olímpica.

Após saltar 5,65 ao primeiro ensaio, Buaró falhou aos 5,75, no que seria o igualar do seu recorde nacional, prescindindo das outras duas tentativas, para as fazer a 5,82 metros, na procura do 'passaporte' para Paris2024.

A essa altura, falhou os dois registos, pelo que ficou em segundo no concurso, com 5,65 metros, apenas atrás do francês Robin Emig, que superou os 5,75 metros, novo recorde da competição.

Também em Miramas, Tiago Pereira foi terceiro no triplo salto, com 16,53 metros. Melhor que ele, só o cubano Andy Díaz, novo líder mundial do ano com 17,46, e o finlandês Simo Lipsanen, com 16,64.

Ao lançamento do peso apresentaram-se Francisco Belo e Tsanko Arnaudov, que concluíram o concurso em quinto e sétimo, respetivamente. Belo atirou a 20,20 metros e Arnaudov a 19,58.

Nos 60 metros barreiras, Abdel Kader Larrinaga foi sétimo na final A, com a marca de 7,86 segundos (fora terceiro na meia-final, com 7,82), enquanto João Vitor Oliveira também foi sétimo mas na final B, com 7,92 segundos (fora quarto na meia-final, com 7,86).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.