A Câmara de Coimbra vai investir cerca de 530 mil euros na reabilitação da pista de atletismo do estádio municipal da cidade, para a dotar de “condições adequadas” à prática desportiva de acordo com as normas internacionais.

Numa nota enviada hoje à agência Lusa, a autarquia anuncia que “a empreitada de reabilitação da pista de atletismo do Estádio Municipal Cidade de Coimbra” foi hoje adjudicada à empresa Camacho Engenharia, vencedora do respetivo concurso público.

A obra visa dotar o equipamento com as “condições adequadas à prática desportiva, de acordo com os normativos nacionais e internacionais”, para que a pista “passe a ser certificada para acolher competições oficiais e treinos de alto rendimento”, explica a Câmara.

Envolvendo um investimento de cerca de 530 mil euros, a intervenção deverá ser executada no prazo de 120 dias, mas o presidente do município, o socialista Manuel Machado, que falava, hoje de manhã, na sessão de assinatura da consignação da obra, citado pela Câmara, disse que “seria interessante e útil” que os trabalhos ficassem prontos antes da data limite prevista.

“Como presidente da Câmara assumo este compromisso: quanto mais rapidamente se fizerem os autos de medição, mais rapidamente serão pagos”, afirmou Manuel Machado, dirigindo-se aos responsáveis pela obra.

“Infelizmente, algumas atividades económicas estão suspensas [por causa da pandemia da covid-19], por isso esta é uma oportunidade a não perder e, com toda a responsabilidade, aqui afirmo que estamos prontos para isso e para honrar o compromisso”, assegurou o autarca.

A pista de atletismo do Estádio Municipal Cidade de Coimbra – atualmente utilizado apenas para treinos – apresenta “um elevado estado de degradação, com anomalias ao nível do revestimento e da drenagem”, reconhece a autarquia, referindo que obra prevê “o levantamento integral do revestimento sintético e a correção de todas as depressões existentes no pavimento”.

As marcações e pinturas da pista, de acordo com as regras da Federação Portuguesa de Atletismo (FPA) e da Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF), e a reformulação do acesso à pista interior de aquecimento (que vai passar a ser por meio de rampa) são outras das intervenções projetadas no âmbito do empreendimento.

Criada há 20 anos, com “a colaboração prestimosa” dos atletas Carlos Lopes e Rosa Mota, a pista de atletismo do estádio de Coimbra vai voltar, com esta “intervenção profunda”, a ser elogiada como foi outrora por Carlos Lopes, por ter “excelentes condições”, concluiu Manuel Machado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.