O português Vasco Vilaça foi hoje segundo classificado do Mundial de triatlo, que se disputou em Hamburgo, sagrando-se vice-campeão do mundo, apenas superado pelo francês Vincent Luis.

Na prova, que, perante um calendário reduzido da World Series, devido à pandemia de covid-19, coroava os novos campeões do mundo, o português, campeão europeu de juniores em 2017, acabou por ficar a dois segundos do título, ao cumprir a distância com o tempo de 49.15 minutos.

Depois de perder alguns segundos para Luis no trecho de natação, acabou por ganhar tempo na bicicleta antes de, na corrida até à meta, fazer um tempo pior, ficando com o segundo lugar.

Mais atrás, o francês Léo Bergere foi terceiro, a seis segundos do vencedor, que revalidou o título de campeão do mundo de triatlo, que em 2019 foi conseguido na habitual série de várias provas.

Discutido na distância ‘sprint', metade da distância olímpica, a corrida decidiu-se nas últimas centenas de metros, em que uma aceleração do veterano francês foi suficiente para bater o jovem português, de 20 anos, a surpresa do dia.

Na mesma corrida, com 750 metros de natação no Lago Stadtpark, 20 quilómetros de bicicleta e uma corrida de cinco quilómetros, João Silva foi 22.º classificado, ao cortar a meta com o tempo de 50.14 minutos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.