O base Milton Barros foi afastado dos trabalhos da seleção nacional de basquetebol sénior masculina, que se prepara para a fase final do Campeonato Africano das Nações Afrobasket2017, a disputar-se 8 a 16 de setembro, no Senegal e Tunísia.

O jogador de 1,87 metros, do Recreativo do Libolo do Cuanza Sul (campeão nacional) e que ostentava a braçadeira de capitão do ‘’cinco nacional’’, foi preterido por opção técnica, segundo o jornal de Angola.

Para o seu lugar, o selecionador Manuel Silva ‘’Gi’’ entregou o braçal ao extremo base Carlos Morais, do Benfica de Lisboa de Portugal.

Com o afastamento de Milton Barros, que já conquistou dois Afrobasket, o técnico terá a disposição os bases Armando Costa, Hermenegildo Santos e o Gerson Lukeni.

O treinador já havia afastado antes do estágio realizado na China, os jogadores Edson Ndoniema, Gerson Domingos, Pedro Bastos, Teotónio Dó e Alexandre Jungo.

Contará ainda com a integração dos extremo-postes Sílvio Sousa e Bruno Fernando, ambos ainda nos Estados Unidos da América (EUA).

Angola está no grupo B e começa a disputa do Afrobasket com o propósito de recuperar o título, diante do Uganda. Na segunda jornada, está marcado um encontro com o Marrocos e no fecho enfrenta a RCA.

Eis a composição dos restantes grupos: A, Nigéria, Costa do Marfim, Mali e Congo Democrático; C, Camarões, Guiné, Tunísia e Ruanda; D, Senegal, Egito, Moçambique e África do Sul.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.