A equipa sénior masculina de basquetebol do 1º de Agosto começou esta terça-feira, no Lubango, província da Huíla, um período de 15 dias de preparação física e técnica da temporada, tendo em vista, como disse o seu técnico, Paulo Macedo, encarar o Bic-Basket e a Taça de Angola com maior e melhor endurance.

Com um grupo de 15 jogadores, todos angolanos, estando ainda ausente o extremo Emanuel Kezada, por razões que o técnico se esquivou a esclarecer, o conjunto teve esta manhã a sua primeira sessão de treino no pavilhão anexo da Senhora do Monte.

Falando aos jornalistas, no final do trabalho, Paulo Macedo realçou que nessa época é a primeira vez que consegue ter o grupo completo e que escolheu a Huíla pelas condições que “oferece para uma boa temporada”, em virtude de estar a aumentar o volume de carga.

Afirmou que é um trabalho mais físico, do que técnico, principalmente no período da manhã, para que tenha uma equipa capaz de aguentar o campeonato, sobretudo nesse ano que será “bastante” longo.

“Os primeiros dias são sempre difíceis, como viram os atletas se ressentiram um pouco da altitude, mas nós esperamos por uma adaptação mais rápida, para que saiamos daqui com outra bagagem”, sustentou.

Explicou que a equipa vai procurar, aos fins-de-semana, fazer um jogo com uma firmação local e se não houver criará dois grupos com este fim.

“Viemos 15, mas infelizmente o Gildo teve uma lesão no braço direito no torneio Victorino Cunha e está engessado, mas na quinta-feira fará novas radiografias”, disse o técnico.

Quando a Emanuel Kezada, Macedo afirmou apenas que está satisfeito com grupo de trabalho, afirmando que se o extremo voltar será uma mais-valia, mas se não tem plena confiança no grupo de trabalho.

Entre os reforços para a equipa destaca-se a integração de Eduardo Mingas, Leandro Conceição (filho de Jean Jacques) Sebastião e Adilson Ramos.

Apesar de a equipa ser jovem, Paulo Macedo afirma que garante confiança, prova disso foi a conquista da nona edição da taça Victorino Cunha.

No período da manhã a equipa fez um treino de recuperação física de 32 minutos, seguindo-se passes longos e finalização em bandeja, depois simulação, penetração e lançamentos à curta distância. A equipa trabalhou ainda os lançamentos a partir dos 6,25 e terminou a sessão de duas horas com lances livres.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.