A seleção portuguesa de seniores femininos de basquetebol concentra-se no dia 05 de novembro para preparar a qualificação para o Euro2019, sem poder contar com jogadoras que estão nos Estados Unidos.

Portugal está englobado no grupo D, juntamente com Inglaterra, Israel e Grécia, primeira adversária das lusas, em 11 de novembro, no Complexo Municipal de Desportos de Almada.

Apesar da evolução do basquetebol feminino em Portugal, a seleção lusa não pode ser considerada favorita, até porque o selecionador Ricardo Vasconcelos não pode contar com as jogadoras portuguesas que atuam nos Estados Unidos, que permitiriam formar uma segunda equipa.

“É impossível pensar na presença das nossas basquetebolistas que estudam e jogam em universidades norte-americanas. Isso é para esquecer”, disse hoje à agência Lusa Nuno Manaia.

O diretor técnico nacional adjunto e responsável pelas competições femininas na Federação Portuguesa de Basquetebol (FPB) disse que “os responsáveis dessas universidades não as libertam face às datas dos jogos, que serão disputados nos meses de fevereiro e novembro segundo a calendarização imposta pela Federação Internacional”.

De fora ficam jogadoras de elevado potencial e que teriam lugar na principal equipa nacional, como são os casos de Maria Kostourkova, Chelsea Guimarães, Laura Ferreira, Carolina Bernardeco, Ana Ramos, Jéssica Almeida e Joana Soeiro.

Qualificam-se para a fase final, que se realiza na Sérvia e Letónia em agosto de 2019, as seleções primeiras classificadas de cada grupo (são oito no total), mais as seis melhores segundas classificadas de cada série.

 Lista das 14 convocadas:

- Bases: Catarina Neves (Benfica), Filipa Bernardeco (Benfica), Inês Viana (CAB Madeira) e Michelle Brandão (Lokomotiv Trutnov, Rep. Checa).

- Extremos: Maria João Correia (Valencia Basket, Espanha), Daniela Domingues (AD Vagos), Carolina Gonçalves (Universidade de Regina, Canadá), Marcy Gonçalves (CAB Madeira) e Rosinha Rosário (CAB Madeira).

- Postes: Luiana Livulo (Campus Promete, Itália), Sofia da Silva (Campus Promete, Itália), Lavínia da Silva (Spezzina, Itália), Josephine Filipe (Quinta dos Lombos) e Emília Ferreira (GDESSA Barreiro).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.