Os Estados Unidos, tricampeões em título, entraram hoje a vencer na 19.ª edição do Mundial feminino de basquetebol, ao baterem a Bélgica por 87-72, enquanto a anfitriã Austrália, ‘vice’ em 2018, foi surpreendida pela França (57-70).

Em Sydney, em jogo do Grupo A, as norte-americanas começaram com um parcial de 12-0 e nunca perderam a liderança, atingindo o final do primeiro período com 10 pontos à maior (32-22), o intervalo com nove (58-49) e o fim do terceiro já com 16 (72-56).

Alyssa Thomas, com 14 pontos, nove assistências e sete ressaltos, e Breanna Stewart, com 22 pontos, lideraram os Estados Unidos, que atuaram sem A’Ja Wilson, Chelsea Gray e Kelsey Plum, as três campeãs da WNBA ao serviço das Las Vegas Aces.

Nas belgas, quartas classificadas no Mundial de 2018, as melhores marcadoras foram Julie Vanloo, com 13 pontos, e Julie Allemand, com 10.

A formação norte-americana, comandada por Cheryl Reeve, é a grande favorita à vitória, numa prova que já conquistou em 10 ocasiões, nomeadamente nas últimas três (2010, 2014 e 2018) e em cinco das derradeiras seis, desde 1998.

O último título que os Estados Unidos falharam aconteceu em 2006, ano em que ganharam a Austrália, atual vice-campeã em título e anfitriã da edição 19, que, pelo contrário, começou da pior foram, ao perder com a França, em encontro do Grupo B.

Gabby Williams, com 23 pontos, liderou as gaulesas, que têm como melhor pecúlio em Mundiais o ‘bronze’ de 1953, enquanto Bec Allen foi a única a ultrapassar os 10 pontos (16) nas australianas, um ‘desastre’ a atirar ao cesto (18 em 69).

Nos outros encontros do agrupamento, o Japão (89-56 ao Mali), com 16 ‘triplos’ concretizados, contra seis das africanas, e o Canadá (67-60 à Sérvia), com 13 pontos e sete ressaltos de Kayla Alexander, confirmaram o seu favoritismo.

No que respeita aos restantes embates do Grupo A, a China ‘cilindrou’ a vizinha Coreia do Sul por 107-44, com 13 pontos e 15 ressaltos de Xu Han, e Porto Rico superou a estreante Bósnia-Herzegovina por 82-58, com 26 pontos, nove ressaltos e oito assistências de Arella Guirantes.

A fase final da 19.ª edição do Mundial feminino de basquetebol realiza-se em Sydney, na Austrália, com 12 seleções divididas em dois grupos de seis e as quatro primeiras a seguirem para os ‘quartos’. Depois, seguem-se as meias-finais e a final, em 01 de outubro.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.