O Maia Basket Clube decidiu retirar a camisola número 6 em homenagem ao antigo basquetebolista Paulo Diamantino, que morreu na sexta-feira, anunciou hoje o emblema maiato.

“Em homenagem ao nosso atleta Paulo Diamantino, pela dedicação ao Maia Basket Clube, exemplo de humildade, homem e atleta, decidiu a direção reservar o número 6 à sua memória. Para sempre serás o nosso guerreiro campeão. Obrigado por fazeres parte da nossa história”, lê-se na mensagem assinada pelo presidente do clube, Rui Lopes.

Paulo Diamantino, que vestiu a camisola do Maia entre 2011 e 2017, morreu na noite de sexta-feira, durante o jogo entre o Mirandela Basquete Clube e o Juventude Pacense, da II Divisão.

O jogador caiu inanimado quando se preparava para entrar em campo na segunda parte do encontro, que se disputava em Paços de Ferreira.

Já na sexta-feira, o Maia tinha recordado o antigo jogador e a perda de "um amigo, um exemplo de dignidade e altruísmo", endereçando “condolências à família, em especial, ao seu irmão João ", referiu o clube maiato.

Paulo Diamantino, que hoje completaria 36 anos, foi internacional sub-20 por Portugal, tendo, ao longo da carreira, alinhado por clubes como FC Porto, ao serviço do qual conquistou duas Taças de Portugal (2005/06 e 2006/07), Vitória de Guimarães e Maia.

Natural de Mirandela, cumpria a terceira temporada no clube transmontano, no qual era treinador do minibasket.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.