A Federação Moçambicana de basquetebol propôs a mudança da época desportiva, pelo que o período competitivo em Moçambique passará a ser de setembro a maio, deixando de vigorar a anterior que ía de março a dezembro, como forma de adequar o calendário de provas ao que é praticado em vários países.

Esta alteração divide opiniões, com alguns a considerarem-na benéfica para os objetivos da modalidade, que passam por conquistar lugares cimeiros ao nível africano.

Para Nasir Salé, selecionador moçambicano de séniores femininos, a mudança é boa. «Vamos estar em parelha com a maior parte do Mundo. Eu acredito que é benéfica porque é uma forma de continuar a potenciar quer a nível de seleções quer a nível de clubes, porque se olharmos para aquilo que é o calendário da FIBA. o período da fase preliminar dos nossos clubes tem sido entre março e setembro. Em relação às seleções nacionais, sabemos que temos duas datas definidas, em masculinos o campeonato de África a acontecer em agosto e em femininos a acontecer em setembro».

O selecionador moçambicano acredita que estas alterações terão impacto no desempenho da seleção feminina que para o ano irá ao Mundial da Turquia 2014.

Já o jornalista moçambicano Narciso Nhacila disse que esta alteração veio a calhar. «Em algum momento tínhamos que mudar a época para ajustar à época mundial. Isto aumenta as probabilidades, primeiro em masculinos, de a seleção equilibrar e melhorar as classificações, e depois em femininos, ganhar o Campeonato africano que tanto almeja e tem no escapado há vários anos».

Porém, nem todos comungam da mesma opinião, havendo quem advogue que o sucesso do basquetebol moçambicano passa por uma melhor organização, antes da mudança da temporada. Exemplo disso é Carlos Aik, dirigente do Departamento de basquetebol do Ferroviário de Maputo.

 «A mudança da época  só por si não vai resolver aquilo que é a qualidade que o nosso basquetebol tem, que vai ficando um bocadinho disfarçado com alguns sucessos que o basquete vai conhecendo. O que precisamos é que antes da mudança da época alterássemos uma série de coisas, principalmente a mentalidade dos dirigentes e a organização das próprias competições», considerou Aik.

Mesmo sem ser aprovada pelas Associações provinciais, a Federação Moçambicana de basquetebol decidiu passar a implementar imediatamente este calendário, sendo que os Campeonatos Nacionais que estavam previstos ocorrerem em dezembro, passarão a ter lugar em maio próximo.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.