A Madison Square Garden Company (MSG), dona da equipa norte-americana de basquetebol New York Knicks, despediu o presidente Steve Mills, quando faltam apenas dois dias para o fecho do mercado, anunciou hoje a entidade.

"Eu e o Steve chegámos à conclusão que seria melhor para ele deixar as funções de presidente dos New York Knicks", afirmou em comunicado James Dolan, fundador e presidente da MSG, agradecendo a Steve Mills, responsável pelas operações dos Knicks, pelos vários anos de serviço e adiantou que este vai continuar a relação com a MSG ao ser integrado na administração.

Steve Mills é o segundo despedimento significativo esta época nos Knicks, depois da saída do treinador David Fizdale, numa época em que a equipa nova-iorquina segue com 15 vitórias e 36 derrotas, correndo o risco de ficar pela sétima temporada consecutiva sem chegar aos 'playoffs' (fase final) da Associação de Basquetebol Norte-Americana (NBA).

"Estou desapontado por não termos alcançado sucesso nos New York Knicks. Quero agradecer ao 'staff' [equipa técnica] e aos jogadores pelo trabalho árduo durante o meu mandato. Vou ser sempre um fã dos Knicks", lançou Steve Mills.

A MSG designou o diretor-geral Scott Perry como presidente interino, o que significa que é o novo responsável por tentar fechar as eventuais contratações antes de encerrar o mercado, o que acontece já na quinta-feira.

Os Knicks estão no quinto e último lugar da Divisão Atlântica e no 13.º posto da Conferência Leste, e apenas três equipas, do total de 30 da NBA, têm pior registo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.