O espanhol Alejandro Valverde (Movistar) venceu hoje o Grande Prémio Miguel Indurain em bicicleta, tornando-se o mais velho a ganhar a prova ao chegar isolado à meta, em Estella, Espanha.

O veterano de 40 anos cumpriu os 203,2 quilómetros da 22.ª edição da corrida em 5:10.47 horas, seis segundos mais rápido do que o cazaque Alexey Lutsenko, segundo, e o também espanhol Luis León Sánchez, terceiro a 15, ambos da Astana.

Foi a primeira vitória da temporada para Valverde, que já tinha conquistado a prova em 2014 e 2018, numa carreira que conta com bem mais do que uma centena de triunfos profissionais, mas nenhum em 2020.

O desfecho deu-se com um ataque forte do homem que está a menos de um mês de completar 41 anos, deixando para trás a dupla da Astana, incluindo ‘Luisle’, um dos rivais de mais de uma década.

Para a Movistar é também a primeira vitória da época, após uma temporada de 2020, afetada pela pandemia de covid-19, em que somou apenas dois triunfos, ambos com Marc Soler.

A portuguesa Efapel deu nas vistas na prova sobretudo ao colocar António Carvalho na fuga do dia, com Frederico Figueiredo a cruzar a meta no 30.º lugar, a 1.18 minutos.

O uruguaio Maurício Moreira foi 57.º, enquanto António Carvalho, Luís Mendonça, Rafael Reis, Fábio Costa e André Domingues abandonaram. Daniel Viegas (Eolo Cometa) chegou fora de controlo.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.