A BMC, com o australiano Rohan Dennis e o norte-americano Taylor Phinney, recuperado de lesão, revalidou o título de campeã mundial de contrarrelógio por equipas no arranque nos Campeonatos do Mundo de ciclismo de estrada, no domingo.

Em Richmond, Estados Unidos, Dennis, Phinney, os italianos Daniel Oss e Michael Quinziato e os suíços Silvan Dillier e Stefan Kueng defenderam o título da equipa norte-americana com um 'crono' de 42.07 minutos para cobrir os 38,6 quilómetros do percurso.

A belga Etixx-QuickStep, com o alemão Tony Martin, três vez campeão mundial de contrarrelógio individual (2011, 12 e 13), e o polaco Michal Kwiatkowski, detentor do título de fundo, terminou em segundo, a 11 segundos, não conseguindo repetir os êxitos de 2012 e 2013.

A Movistar, de Espanha, com Alex Dossett, Jonathan Castroviejo e Adriano Malori, respetivamente campeões britânico, espanhol e italiano da especialidade individual, foi terceira classificada, com o tempo de 42.38 minutos.

O bicampeão português, Nelson Oliveira, e o compatriota Rui Costa, alinharam pela equipa italiana Lampre-Merida, que completou a prova em 44.15 minutos, o 15.º registo entre as 27 equipas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.