Depois de ter brilhado a grande altura na Volta a Itália em bicicleta de 2020, João Almeida, ciclista português da Deceuninck-QuickStep, tinha previsto arrancar a época de 2021 na Volta a San Juan, na Argentina, de 24 a 31 de janeiro.

Porém, o governo e autoridades daquele país informaram a organização da prova que, devido à pandemia, não será possível reunir as condições necessárias para receber as equipas e jornalistas estrangeiros. As autoridades sanitárias locais contam com um novo surto de COVID-19 nos primeiros meses de 2021 e as fronteiras aéreas e terrestres devverão manter-se encerradas por mais algum tempo, na tentativa de evitar a propagação do vírus.

Para além da QuickStep estava prevista a presença da Bora-Hansgrohe, da Israel Star-Up Nation e da Cofidis, entre outras, com nomes como Chris Froome, Filippo Ganna, Gianni Moscon, Peter Sagan e Elia Viviani, para além de João Almeida, entre as figuras de cartaz.

A Volta a San Juan contará, desta forma, apenas com as seis equipas do escalão Continental argentinas, para além de algumas equipas do escalão de Elites e uma seleção nacional, podendo ainda contar com a participação de seleções de países vizinhos, se a situação pandémica não se agravar ainda mais.

João Almeida tem previsto no seu calendário para 2021 a presença na Volta ao Algarve, de 17 a 21 de fevereiro, não se sabendo ainda se participará agora noutra prova antes de corrar a 'algarvia'.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.