O ciclista italiano Vincenzo Nibali (Trek-Segafredo), vencedor das voltas a Espanha (2010), Itália (2013 e 2016) e França (2014), assegurou hoje que sem os Jogos Olímpicos e com o adiamento do Tour não sabe “por onde começar a temporada”.

Vincenzo Nibali, de 35 anos, foi afetado, tal como o resto da equipa, pelas mudanças forçadas no calendário, devido à pandemia do novo coronavírus, e está obrigado a redefinir os planos para uma temporada ainda incerta.

“Em breve avaliaremos como começar de novo e como planear a temporada. Antes do final da temporada, decidi concentrar-me no Giro [Volta a Itália] e nos Jogos Olímpicos, mas agora o cronograma é diferente e ainda não sei por onde começar”, afirmou.

Vincenzo Nibali tinha definido como objetivos a Volta a Itália e a prova de estrada dos Jogos Olímpicos Tóquio2020, entretanto adiados para 2021.

Esta época era de mudança para o ciclista siciliano, conhecido no mundo velocipédico pela alcunha de ‘Tubarão’, em que se estreava como chefe de fila da Trek-Segafredo, à qual chegou após três temporadas na Bahrain-Merida.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 215 mil mortos e infetou mais de três milhões de pessoas em 193 países e territórios.

Mais de 840 mil doentes foram considerados curados.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.