O diretor Giant-Alpercin, Christian Guiberteau, admitiu hoje que a Volta a Espanha em bicicleta foi “positiva” para a sua equipa, apesar de Tom Dumoulin, que disse ter adoecido na sexta-feira, ter perdido a camisola vermelha no sábado.

“Foi uma boa Volta a Espanha para nós. Foi muito duro para Tom Dumoulin o que aconteceu no sábado. Sei que não quer falar dele, mas na sexta-feira esteve doente”, disse.

Segundo Guiberteau, o mau dia do ciclista, no qual acabou ‘vergado’ pelo ataque do italiano Fabio Aru (Astana), foi resultado de três semanas stressantes, durante as quais esteve sempre no limite, admitindo ainda que a sua confiança no corredor é total.

“Ainda é um jovem. Isto fez-nos pensar que precisamos de algo mais para lutar pela classificação geral, mas não podemos esquecer que conseguimos grandes resultados”, concluiu.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.