O secretário de Estado do Desporto e Juventude afirmou hoje que Rui Costa, que esta sexta-feira venceu a sua segunda etapa na 100.ª edição da Volta a França em bicicleta, o ciclismo e o desporto português estão de parabéns.

«A sequência de vitórias conseguida é, de facto, extraordinária e demonstrativa de um atleta fora de série. Mais uma vez o nome de Portugal foi elevado ao mais alto nível. O desporto precisa de referências e o Rui Costa, fruto dos resultados alcançados é já um ídolo nacional. O atleta, o ciclismo e o desporto português estão de parabéns», realçou Emídio Guerreiro, em declarações à Lusa.

Com o triunfo de hoje, o segundo na edição de 2013 da Volta a França, Rui Costa, de 26 anos, soma três vitórias na 'Grande Boucle' – já tinha vencido uma tirada em 2011 -, igualando Acácio da Silva e ficando a apenas uma de Joaquim Agostinho, que também bisou na corrida de 1969.

O corredor, natural da localidade de Aguçadoura, no concelho da Póvoa de Varzim, foi o primeiro a chegar a Le Grand Bornand, vencendo a 19.ª etapa do Tour, apenas três dias depois do triunfo em Gap, na 16.ª tirada.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.