A Trek Segafredo, equipa do ciclista espanhol Alberto Contador, garantiu hoje que fará todos os possíveis para ajudar o espanhol, que anunciou a retirada após a Volta a Espanha, a terminar “com um grande resultado”.

Em comunicado, o diretor da equipa, Luca Guercilana, explicou que para a equipa, onde milita o português André Cardoso, foi “uma honra trabalhar no último ano com um grande campeão”.

“O Alberto demonstrou o seu espírito de luta e o seu profissionalismo nos últimos meses”, comentou o dirigente, que quer dar “o melhor de toda a equipa para o ajudar a conseguir um grande resultado na sua última ‘Vuelta’”.

Contador, de 34 anos, fez o anúncio da retirada num vídeo publicado nas suas contas oficiais nas redes sociais.

“Digo-o feliz e não com pena. É uma decisão muito bem ponderada e não creio que haja melhor despedida na corrida de casa, no meu país”, disse Contador no vídeo.

Este ano, Contador tinha sido nono na Volta a França, nas quais, para Guercilana, mostrou “o forte que está, mentalmente e fisicamente”, mesmo afetado por quedas que o afastaram da luta pela classificação geral.

Na opinião do diretor da Trek-Segafredo, o espanhol chega à sua última prova, que arranca a 19 de agosto, com um contrarrelógio por equipas, na cidade francesa de Nimes, em “plena forma”, à procura de repetir os sucessos de 2008, 2012 e 2014.

Contador considerou hoje que vai poder viver “três semanas de sonho” durante a ‘Vuelta’, que termina a 10 de setembro, e que espera “desfrutar do carinho dos adeptos” no último desafio da carreira.

Para além da prova espanhola, Contador tem também no currículo duas vitórias na Volta a França, em 2007 e 2009, e outras duas na Volta a Itália, em 2008 e 2015.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.