O ciclista britânico Chris Froome, duplo vencedor da Volta à França, apoiou hoje a decisão do compatriota Mo Farah, campeão olímpico dos 5.000 e 10.000 metros, de tornar públicos os valores dos seus testes sanguíneos.

Farah foi um dos oito atletas britânicos que tornaram pública a informação sobre os valores dos testes ao sangue, com o objetivo de acabar com a suspeição sobre alegado consumo de substâncias dopantes.

“Foi exatamente por essa razão que divulgámos alguns dados dos relatórios sobre a minha condição física durante a Volta a França. Foi um passo no sentido de haver mais transparência e de mostrar que não temos nada a esconder”, disse Froome, vencedor do Tour em 2013 e 2015, à BBC Radio Four.

Apesar de Farah, campeão olímpico, mundial e europeu em exercício nos 5.000 e 10.000 metros, não ter sido acusado de consumo de substâncias proibidas, o seu treinador, Alberto Salazar, enfrenta nos Estados Unidos acusações de ter promovido o recurso ao ‘doping’.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.